Arquivo de Setembro, 2012


Os hacktivistas Anonymous invadiram o site da Embaixada da Rússia neste dia 18/09/2012, e apagaram todos os arquivos armazenados no servidor.

O Twitter responsável por divulgar a informação é conhecido como “LulzPirate”

Segue o que foi postado logo após o site ter sofrido a invasão:

Hacked: http://www.russianembassy.org.il/ – Couldn’t upload my index but I deleted all the files! FREE PALESTINE!


Os hacktivistas Anonymous invadiram o site da Embaixada da Rússia neste dia 18/09/2012, e apagaram todos os arquivos armazenados no servidor.

O Twitter responsável por divulgar a informação é conhecido como “LulzPirate”

Segue o que foi postado logo após o site ter sofrido a invasão:

Hacked: http://www.russianembassy.org.il/ – Couldn’t upload my index but I deleted all the files! FREE PALESTINE!

Anonymous hacker, comentarista e jornalista Barrett Brown foi preso ao vivo, no meio de um TinyChat. No qual acompanha o vídeo abaixo.

Uma porta-voz da polícia confirmou a prisão e disse que Brown foi levado para a cadeia do condado e então transferido para uma instalação do FBI. No Twitter, o Anonymous afirmou que Barrett está sob custódia do FBI desde a manhã desta quinta (13).

Ainda não há razão oficial para a prisão. Mas ela deve estar relacionada a um vídeo do YouTube que Barrett divulgou, em que ele parece ameaçar um agente do FBI chamado Robert Smith.

No vídeo de 13 minutos, o hacker acusa Smith de por sua mãe sob suspeita de obstrução da justiça devido a um notebook que Barrett tinha tentado esconder das autoridades. O vídeo é intitulado: “Por que eu vou destruir o agente do FBI Robert Smith Parte Três: Vingança dos Lithe”.

Em um ponto no vídeo, Barrett ameaça a vida do agente Smith. “Quando digo que a vida dele acabou, não estou dizendo que vou matá-lo, mas arruinar sua vida”, diz Brown no vídeo.

Em retaliação a #AntiSec, que é o conjunto da Anonymous e LulzSec liberou informações de cartão de crédito de agentes do FBI no total de 13.

VEJA AQUI

Membro do Anonymous Barrett Brown é preso pelo FBI

Posted: Setembro 14, 2012 by HOCKS in Anonymous

Um membro do grupo de hackers Anoymous foi preso por autoridades de Dallas, no Texas, disseram os oficiais nesta quinta-feira. – Ele foi preso na noite passada – disse a porta-voz do xerife do condado de Dallas, Carmen Castro. Ela disse que não sabia o motivo que levou Barrett Brown, de 31 anos, a ser detido pelos agentes locais. Brown foi entregue ao FBI, que não quis comentar.

Uma conta de Twitter do escritório de advocacia da Leiderman Devine, da Califórnia, disse que iria defender Brown em uma audiência no tribunal federal de Dallas na quinta-feira e que ele havia sido detido sob a acusação de “ameaçar um agente federal”. Brown está sob a vigilância da lei nos últimos meses e foi entrevistado pelo FBI em março, quando as autoridades revelaram que Hector Xavier Monsegur era a pessoa por trás de Sabu, líder do Lulz Security, uma ramificação do Anonymous.

O Anonymous e outros grupos de hackers reclamam a autoria de ataques virtuais contra a CIA, a agência britânica contra o crime organizado, a companhia japonesa Sony, sites do governo mexicano e da polícia nacional na Irlanda. Na lista de vítimas está o jornal de Rupert Murdoch “News International”, a Fox Broadcasting e a Sony Pictures.

Brown foi criticado por muitos membros do Anonymous por usar seu nome real e por ter sido citado como um representante do grupo, que se orgulha de ser disperso e sem líderes. Ele ficou conhecido por ameaçar invadir os computadores dos Zetas, cartel do narcotráfico mexicano. Brown não retornou imediatamente pedidos de comentários da Reuters.

Vários sites publicaram o que disseram ser um vídeo de Brown realizando um bate-papo na internet, quando os oficiais chegaram, gritando “coloque as mãos para cima!” – vejas as imagens no Youtube.

Não está claro se a prisão de Brown está relacionada a um vídeo que ele publicou no YouTube na quarta-feira chamado “Por que eu vou destruir o agente do FBI Robert Smith”, em que ele diz: “Estou bastante certo de que eu vou passar um tempo de prisão”. Em um monólogo repleto de obscenidades, Brown diz que pretende “arruinar” a vida de Smith, acrescentando que o FBI ameaçou a sua mãe e divulgou fotos de sua casa.

– A vida de Robert Smith acabou – disse Brown.